Páginas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A dama de vermelho

Manhã de domingo e Marcos não sabia o que ia fazer, varias coisas se passavam em sua mente, mas tinha uma coisa que nunca se embaralhava com as outras coisas que pensava: Onde será que morava aquela dama de vermelho que conheci na festa de ontem? Marcos era um cara muito simpático, carismático e brincalhão, mas com todos esses aspectos ele era muito tímido e tinha dificuldade de se relacionar com pessoas, mas depois que ele conhecia ele pegava amizade fácil.  A festa de sábado foi aniversário de seu primo Juliano a festa estava muito animada todos seus parentes reunidos, mas nesse momento de alegria com seus parentes que ele olha para a porta de entrada e vê aquela mulher com um vestido vermelho, ele ficou se perguntando quem era aquela mulher parecia que foi amor à primeira vista Marcos virou para seu primo e perguntou quem era aquela moça, ele respondeu que era uma amiga dele do serviço, Marcos ficou olhando essa mulher praticamente a festa inteira até seu primo o chamar pra conhecer ela, Marcos não queria ir e seu primo o levou a força. –Olá Mariana gostaria de te apresentar meu primo Marcos. Disse o primo de Marcos. –Muito prazer Marcos é uma honra conhece-lo. Disse Mariana. –O prazer é todo meu. Disse Marcos. Depois dos dois terem se conhecido conversaram bastante e parecia que os dois se conheciam há anos, Marcos estava ficando encantado por essa mulher. Horas e horas de conversa, mas infelizmente tinha dado à hora de Marcos ir pra casa, ele nunca tinha ficado tão triste em ter que ir embora, indo pra casa ele não conseguia parar de pensar em Mariana. Foi então que ele pediu para seu primo falar a ela no serviço que ele queria muito encontrar com ela novamente e passar seu telefone a ela, dias depois uma ligação em seu celular de um numero que não conhecia, atendeu e era ela conversaram se divertiram e marcaram de se ver de novo!
Viraram grandes amigos mais marcos tinha medo de estar se apaixonando por ela e perder tudo o que ele já tinha conquistado a confiança, a amizade, o carinho. Ele se perguntava como pode uma grande amizade se tornar em amor?  Foi onde ele começou a mudar com ela seu modo de brincar e falar com de medo de se apegar muito a ela e a amar loucamente e a perder por isso.
Em um dia qualquer marcos recebeu a notícia de seu primo Juliano que mariana estava namorando, marcos sem reação ficou abalado porque tinha perdido seu grande amor, e foi à vez de mariana começar a mudar com ele em todos os aspectos, marcos sem saber o que fazer então perguntou a ela o que esta acontecendo, e ela respondeu – Infelizmente estava me apaixonando por você mais você se afastou de mim então dei uma chance a quem me queria pra tentar-te esquecer de tudo não passou de ilusão!
Marcos sem saber o que fazer ficou chateado, abalado e triste vivendo um dia de cada vez, pois perdeu a chance de ficar com o amor de sua vida. Não deixe que o medo de errar te impeça de arriscar.

Nossas duvidas são traidoras e nos fazem perder o que com frequência poderíamos ganhar por simples medo de arriscar! (William Shakespeare)

Esse texto foi feito com ajuda de um amigo meu Julio Cesar Ribeiro, espero que gostem.

1 comentários:

J.Cesar disse...

Isso aii mlke precisar estamos ai pra dar uma força texto muito bom realmente nosso medo de errar nos impede de fazer muita coisa "/

Postar um comentário